Dr. João Alves Bezerra

FOTO DR JOAOZINHO.png

Conheça a história do Dr. Joãozinho, fundador do Labjab”

 

João Alves Bezerra nasceu no Sítio Baú, Município de Iguatu, Estado do Ceará, em 17 de dezembro de 1926. Filho de Pedro Alves Bezerra e Ana Alves de Oliveira, casou-se com Maria Hélia Pinheiro Alves com quem constituiu uma família respeitável e admirada com quatro filhos: Joélio Pinheiro Alves, engenheiro civil, “in memória”,  Maria Sueli Alves Moreira, farmacêutica-bioquímica, Rosedite Pinheiro Alves, empresária, e Sérgio Pinheiro Alves, economista. Ficou viúvo em 19 de abril de 2011, assim permanecendo até a sua morte.

Iniciou seus estudos no Sítio onde nasceu, indo concluir o curso primário no vizinho Município de Acopiara no ano de 1942. Transferiu-se para o Ginásio do Crato, em 1943, onde prestou exame de admissão. Permaneceu nesse estabelecimento de ensino até o ano de 1949, quando concluiu a 2ª série do 2º grau. No ano seguinte, foi para Fortaleza, onde concluiu o ensino médio, no Colégio Lourenço Filho. Em 1951 transferiu-se para Salvador, capital do Estado da Bahia, onde conseguiu aprovação no vestibular na Universidade Federal da Bahia para o Curso de Farmácia. Dedicado aos estudos, levou sua vida acadêmica dedicada unicamente ao aprendizado, galgando, com isso, excelentes desempenhos e atuações dentro das atividades de saúde, merecendo sempre elogios e incentivos dos seus mestres e colegas.

 

Homem de incomparável grandeza interior, o Dr. João Alves Bezerra dedicou-se, durante toda a sua vida, a nobres causas. Diplomado em Farmácia pela Universidade Federal da Bahia em 22 de dezembro de 1954, cursou a sua Pós-Graduação em Análises Clínicas e Bioquímica no Instituto de Saúde Pública da Bahia – Fundação Gonçalo Muniz, no período de agosto de 1955 a setembro de 1957, numa prova da sua busca incessante por novos conhecimentos. Sempre foi um obstinado, dedicando-se, com muito amor, a tudo que fazia. 

Em outubro de 1957 retornou a Iguatu, não só munido do diploma universitário, mas com experiência suficiente para implantar o seu próprio laboratório clínico. Nesse mesmo ano inaugurou o primeiro laboratório clínico de Iguatu que funcionou, provisoriamente, à Rua Floriano Peixoto, Nº 169, numa pequena sala cedida por sua tia Maria Alves de Oliveira. Tornou-se, então, pioneiro na implantação de um serviço de análises clínicas na Região Centro-Sul do Ceará. Transferiu-se depois para um prédio próprio e, hoje, encontra-se instalado em um prédio moderno e com aparelhagem de última geração, sempre acompanhando as inovações surgidas na área. À frente do moderno Laboratório Clínico Dr. João Alves Bezerra encontram-se os seus filhos, o economista Sérgio Pinheiro Alves e a farmacêutica e bioquímica Maria Sueli Alves Moreira, imbuídos de prosseguir com a grande missão implantada e desenvolvida por seu pai.

 

O Dr. Joãozinho atuou, como professor, em muitas instituições de ensino de Iguatu como Colégio São José, Colégio Adahil Barreto e Escola Agrotécnica Federal, hoje Instituto Federal de Ciência e Tecnologia, numa época em que o profissional docente de nível superior era uma raridade, e a remuneração para ensinar era aviltada, demonstrando, assim, o espírito de colaboração desinteressada que foi sempre a sua marca. Realizava-se mais com os resultados do seu trabalho do que com a recompensa financeira recebida. 

 

Participativo, atuante e sempre preocupado com as ações ligadas à saúde e de caráter social, desempenhou papéis importantes em inúmeras entidades: membro e sócio fundador da Academia Cearense de Farmácia, Membro do Conselho Diretor do Hospital Santo Antônio dos Pobres de Iguatu, Presidente da Liga de Proteção aos Inválidos – LIPI, no período de 1962 a 1968, membro das Entidades Mantenedoras do Colégio Adahil Barreto e do  Hospital e Maternidade Agenor Araújo, sócio fundador e 1º Presidente da Associação dos Farmacêuticos e Bioquímicos da Região Centro-Sul do Ceará – AFABRECES, no período de 1989 a 1991.

Foi sócio do Lions Clube de Iguatu, desde a sua fundação em 1963, entidade sem fins lucrativos que muito tem servido à população de Iguatu nos mais diversos setores, principalmente no campo social, entidade à qual dedicou-se intensamente até afastar-se por problemas de saúde, a partir de 2005. Além de sócio-fundador do Lions Clube, o Dr. João Alves Bezerra (Dr. Joãozinho) assumiu, por inúmeras vezes, diversos cargos na diretoria do Clube, como: Presidente, Secretário, Tesoureiro e outros. Ocupou, também, no Conselho Distrital cargos como: Assistente de Intercâmbio da Juventude, Assistente dos LEO-Clubes, Vice-governador da Região L-15-E e outros. Além de ocupar vários Cargos de direção foi membro de diversas Comissões, participou de inúmeras Convenções e proferiu palestras, em Seminários sobre temas leonísticos, para os companheiros de todo o Distrito L-15.

 

Faleceu no dia 17 de abril de 2013, aos 86 anos, como consequência de Doença de Alzheimer, mal com que conviveu por quase oito anos.

 

Partiu deixando um imenso relicário de lembranças positivas, tendo-se comportado, durante toda a sua vida, como um exemplo de compromisso, perseverança, trabalho, profissionalismo, amor ao próximo e honestidade irretocável.